Magnificat 2018 #6 - Preparastes a mesa...

Preparastes a mesa para mim... com azeites perfumas minha cabeça e enches minha taça (Sl 22)


Dia da solidariedade e Natal são dois dias no ano, nos quais o Colégio Marianista Instituto Miguel León Prado, localizado em Santiago (CHILE), se veste de festa. A cada quarta-feira (partilhamos esta ação em algumas edições anteriores), sai um grupo de pessoas: pais de famílias de nosso colégio, professores e amigos que se animam com esta missão: levar um prato de comida aos excluídos que vivem nas ruas. Mas, o que aconteceria se aos excluídos, os incluíssemos e os convidássemos à nossa cada para comer?


Esta foi a ideia que surdiu e teve eco entre os colaboradores, pensou-se em quais dias seriam propícios para convidá-los à casa... Não poderiam ser melhores datas: ao redor do Natal, quando Jesus nasce pobre e visita os marginalizados de sua época, os pastores. Também ao redor do dia 18 de agosto, onde no Chile celebramos o Dia da Solidariedade, memória em honra ao nosso grande São Alberto Hurtado, o santo dos pobres, a quem chamava de “mis patroncitos”, ou seja, “meus patrõezinhos”.


O que acontece nestas duas datas é expresso no salmo: “Preparastes a mesa para mim... com azeites perfumas minha cabeça e enches minha taça...” Nossos bons amigos, reconhecidos como mendigos, excluídos, indigentes, e que visitamos em cada noite de quarta-feira, enchem-se de alegria quando recebem o convite para vir a um jantar preparado especialmente para eles.


São 20h, começam a chegar, assustam-se de ver lindas mesas preparas para acolhê-los, pratos, talheres, copos, saladas preparadas, bebidas e sucos para beber sem restrição... Sentam-se à mesa, é dada as boas-vindas, é realizada a benção e começa a festa. Comer até saciar-se e mais, pois vêm preparados para levar a alguns que não puderam vir e nestas ocasiões todos pensam no amanhã e trazem suas sacolas e potes para levar comida.


Saciam-se e vivem como se estivesse caindo maná do céu. São os prediletos. Sua pobreza, muitas vezes mais além do material, funde-se com a pobreza intelectual, moral e tantas pobrezas humanas... mas, aí estão “felizes”, desfrutando da solidariedade dos pais e famílias do colégio que preparam com a doação de todos.


Irª. Leticia Flores, fmi (Responsável de Pastoral Social IMLP)

Rezemos Juntos...

A minha alma engrandece ao Senhor e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador; pois ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas e Santo é o seu nome! Seu amor, de geração em geração, chega a todos que o respeitam;

Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos; derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou;

Saciou de bens os famintos, e despediu, sem nada, os ricos. Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Notícias Recentes
Arquivo
Procurar por tags

Leigos      -      Religiosas      -      Religiosos

sm_logo_pequeno_edited.png

Campinas      -      Bauru    -      Marília