Beata Adela de Batz de Tranquelléon

      Nasceu em Agen (FRANÇA) no ano de 1789, o mesmo da Revolução Francesa.

     Desde sua juventude demonstrou um amor preferencial por Jesus Cristo e pensou entrar no Carmelo. A partir de 1805 teve a ideia de anunciar o Evangelho em toda a região de sua cidade, fundando uma associação de jovens cheias de entusiasmo apostólico.

     Em 1808 conheceu o padre Guilherme José Chaminade. Ele a ajudou no descobrimento dos benefícios da Consagração a Maria. Pouco a pouco, acompanhada pelo padre Chaminade, foi amadurecendo seu "Querido Projeto". Este projeto deu lugar ao nascimento da Congregação das Filhas de Maria Imaculada (Marianistas).

     Mulher de grande bondade e delicadeza, inculcou em suas irmãs um fervoroso espirito missionário, motivando-as a estar dispostas para irem até o fim do mundo para salvar uma só alma se assim fosse.

       Morreu durante o ano de 1828. Sua causa de beatificação foi entronizada em Roma. No dia 4 de maio de 2017, o Papa Francisco assinou o decreto de reconhecimento de um milagre atribuído à sua intercessão, abrindo assim o caminho para sua Beatificação.

       A celebração de sua beatificação ocorreu em Agen (França), presidida pelo Cardeal Angelo Amato, com a participação de inúmeras delegações de toda a Família Marianista espalhada pelo mundo.

       Sua memória litúrgica será celebrada no dia 10 de janeiro de cada ano, com a seguinte oração coleta:

Ó Pai, que suscitastes na bem-aventurada Maria da Conceição
um ardente amor por Cristo, junto ao da Virgem Maria,
concedei-nos por sua intercessão, consagrar todas nossas
forças para fazer conhecer, amar e servir ao Vosso Filho. Que
vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo – Amém

Pedidos de Oração ou contato, escrever para:

Novela Adela

Leigos      -      Religiosas      -      Religiosos

Campinas      -      Bauru    -      Marília