DOMINGO LÁZARO, REFERENTE ESPIRITUAL E PEDAGOGO INOVADOR

A vida marianista na Espanha tem no pe. Domingo Lázaro uma das referências mais preciosas: como pedagogo e educador, como homem de Igreja e colaborador com outras congregações educativas, como espírito aberto à renovação da educação e da catequese; e como testemunho de sua fé, por seguidor de Jesus, por marianista e por sua profunda vida espiritual. O testemunho profundo que deixou fez com que os marianistas espanhóis promovessem o estudo de sua figura e seu legado intelectual e espiritual. O Papa Francisco assinou em maio de 2019 o decreto de “heroicidade de virtudes”, com o qual o declara Venerável e abre o caminho a uma possível beatificação. Desde 2018, todos os colégios marianistas da Espanha estão sob a titularidade da Fundação Educação Marianista Domingo Lázaro (FEMDL).

Nascido em San Adrián de Juarros (Burgos-Espanha) no dia 10 de maio de 1877, em uma modesta família de lavradores, sua mãe foi sua primeira formadora na fé. Depois de ser ordenado sacerdote em 1906, seu primeiro destino foi o Colégio Santa Maria de San Sebastián (1906-1916) onde foi professor, capelão e diretor. A docência orienta seu pensamento aos temas pedagógicos, mas também à renovação da liturgia, da prática dos sacramentos, do canto e da oração, da catequese, da promoção do laicado marianista (Congregação) e dos Antigos alunos. Através de seu ministério exerceu uma ação profunda e eficaz sobre os jovens e as famílias.

Em 1916 foi nomeado provincial na Espanha, encarregando-se da organização do primeiro centenário da Companhia de Maria, em 1917. Em 1924 foi nomeado diretor do Colégio Nuestra Señora del Pilar de Madrid, onde ficou até 1935. Sua presença é marcada até hoje pela inscrição na escada central: “A verdade os fará livres”. Neste colégio continuou o que tinha promovido em San Sebastián. Insatisfeito com os textos de religião escolar vigentes neste momento, elaborou o seu: Doutrina e vida cristã, , um clássico entre os textos escolares, o qual também está nas origens do que, anos mais tarde, será a Fundação-Grupo SM.

Além disso, sua convicção da importância da comunidade entre os cristãos o levou a impulsionar, juntos a outros companheiros religiosos, a criação da Federación de Amigos de la Esnseñanza (FAE) em 1930, semente da posterior Federación de Religiosos de la Enseñanza (FERE), que 2004 se uniria aos Centros Católicos (CECA), constituindo o que hoje conhecemos como Escolas Católicas.

Domingo Lázaro faleceu no dia 22 de fevereiro de 1935 em Madrid, sendo sepultado na igreja eogótica do Colégio Nuestra Señora del Pilar.

Notícias Recentes
Arquivo
Procurar por tags

Leigos      -      Religiosas      -      Religiosos

sm_logo_pequeno_edited.png

Campinas      -      Bauru    -      Marília